Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

Notícias e eventos

12
Setembro 2012

Comércio quer gastar menos com energia

O varejo também quer entrar no pacote de redução dos custos de energia a partir do ano que vem. A Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) disse que já encaminhou ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, um ofício com o pedido. Também solicitou ao Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) que os Estados permitam o setor lançar como crédito tributário o ICMS recolhido sobre as contas de luz, benefício que a indústria já tem.
Segundo Luiz Kehrle, consultor da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Pernambuco (Fecomércio-PE), “o governo não está dando nada a ninguém, e, sim, desfazendo o nó que foi feito no passado”. “Os custos com energia subiram muito no Brasil depois da privatização da distribuição. Passou-se a cobrar taxas enormes, de 25%, 30% no valor da conta, referentes a ICMS. O varejo, portanto, tem muito interesse em entrar nesse pacote”, comenta. 

Mais notícias e eventos

Nossa localização

Receba nossos boletins por e-mail