Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns segundos...

Notícias e eventos

11
Maio 2012

Inadimplência no varejo volta a crescer em abril

Em todo o País, a taxa de inadimplência do consumidor do varejo teve alta de 4,45% em abril, em relação ao mesmo mês do ano passado. Nos últimos 14 meses, o índice vem apresentando crescimento, à exceção de março, quando a taxa teve queda de 11,95% em relação a igual período de 2011. Segundo dados divulgados hoje pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), entre abril e março deste ano, o índice de inadimplência teve recuo de 4,79% e no acumulado do ano houve queda de 1,5%.
As consultas ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) em abril tiveram alta de 3,02% em relação ao mesmo mês de 2011, refletindo o nível de atividade do varejo.

As vendas nesse segmento nos últimos 12 meses tiveram crescimento de 4,28%, de acordo com a confederação. A quitação de débitos, que significa recuperação de crédito em favor do consumidor, ficou positiva em abril, com alta de 6,04% em relação ao mesmo mês de 2011. No acumulado do ano, a recuperação de crédito registrou alta de 2,15%.

Para o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, a inadimplência em abril, "apesar de poder ser considerada alta, não foi tão ruim, pois a recuperação de crédito melhorou, e a queda nas taxas de juros no mercado permite que dívidas em aberto sejam quitadas e que o consumidor se candidate a novos financiamentos”. Segundo ele, se o resultado for associado à recuperação de crédito e ao aumento de vendas, pode ser considerado bom.

De acordo com Roque Pellizzaro Junior, para o varejo, o ideal é que a taxa de inadimplência em abril tivesse ficado na metade do índice de recuperação de crédito (6,04%).

Fonte: Assessoria de Imprensa

Mais notícias e eventos

Nossa localização

Receba nossos boletins por e-mail